GRANDES E PEQUENAS CONQUISTAS DE 2016

Olá princesas,

Como eu já tinha referido hoje é dia do projecto Pequenas e Grandes Conquistas de 2016. Curiosas para saber as minhas?




 1. A primeira e a mais importante para mim foi ter vivido seis meses na Irlanda. Foi uma experiência maravilhosa e uma das coisas que estou mais orgulhosa de ter conseguido fazer por mim. Foi um tempo para viajar, para testar os meus limites, para me conhecer melhor. Tenho saudades das pessoas que lá conheci e quero imenso voltar para poder viajar mais porque me apaixonei pelo país.

Rosslare Castle, Ireland


2. A segunda conquista deste ano foi ter arranjado o meu primeiro emprego a sério (com contrato e afins) em Outubro. Estou a gostar da experiência e é uma coisa importante para os meus projectos futuros.

3. A terceira foi este blog. Eu sempre adorei escrever (embora prefira ficção) e sempre gostei de seguir alguns blogs. Demorei vários meses até ter coragem de criar o meu blog e ele ainda não está como eu quero mas é algo que vou aperfeiçoando e que me deixa muito feliz.

4. Descobri que gosto de cozinhar. Eu sempre gostei de fazer bolos e assim mas confesso que sempre fugi um pouco de cozinhar comida a sério. Na Irlanda tive de cozinhar todos os dias e aprendi que até gosto de o fazer, especialmente de experimentar receitas novas se estiver sozinha na cozinha.


5. Viajar sozinha. Eu mudei-me para um país diferente onde não conhecia ninguém e adorei a liberdade de poder explorar Dublin à vontade e de visitar os museus que queria sem a pressão de estar com alguém que quer ver as coisas a um ritmo diferente do meu. Estou cheia de vontade de experimentar mais vezes.

The Long Room- Trinity College Library, Dublin

6. Tornei-me uma pessoa mais organizada. Ainda estou a trabalhar nisto mas ter uma agenda ajuda muito. Já não vivo sem ela.

A minha agenda

7. Aprendi um bocadinho de excel e de photoshop. Eu sei que parece parvoíce mas eu não sabia mesmo mexer nestes dois programas tão úteis. Não que agora seja profissional mas já me sinto mais à vontade com ambos.

8. Fiz compras online. 2016 foi o ano em que finalmente criei um paypal e me aventurei um bocadinho a arriscar comprar certos produtos que eu namorava no ebay e em lojas online. Adoro quando chegam as encomendas a casa e os tenho finalmente na mão.


Algumas das compras que fiz no Ebay

9. Vi alguns dos meus animais favoritos no seu habitat natural. Eu adoro veados e esquilos e na Irlanda tive a oportunidade de contactar directamente com ambos. Pude alimentar veados à mão e fazer-lhes festas e vi esquilos um pouco por todo o lado, inclusive no jardim da casa onde eu vivia. As meninas de quem eu tomava conta costumavam chamar Bob a esse esquilo em particular. Também apareceu um ouriço no jardim e eles são uns animais bem fofinhos e engraçados.

Veados *-* 

10. Cuidei mais de mim. Desde ter tido mais cuidados com a minha pele e cabelo, ter feito coisas que gosto, a ter-me rodeado de pessoas que me fazem bem definitivamente 2016 foi o ano em que cuidei melhor de mim a muitos níveis e estou muito orgulhosa disso.

11. Perdi o medo de andar de moto e até descobri que gosto bastante. Mas ainda não tive vontade de experimentar conduzir nenhuma, só andar à pendura já é suficiente por agora.

12. Tirei mais fotos e comecei a usar o Instagram. Esta era uma das minhas metas para 2016 e foi uma das que eu fiquei muito contente por ter cumprido. Claro que ter estado a viver fora do país e ter criado o blog foram dois incentivos para eu começar a fotografar mais mas fiquei muito contente quando o outro dia em preparação para este post encontrei uma lista das coisas que queria fazer em 2016 e reparei que tinha cumprido este objectivo.


Uma das fotos que postei recentemente no Instagram, miminhos Oriflame

Pronto esta foram algumas das minhas conquistas em 2016. Fazer este post fez-me perceber que foram mais do que eu pensava e espero que 2017 seja um ano cheio de coisas boas.
Se quiserem podem ver os posts das outras bloggers que participaram no projecto aqui.

Não se esqueçam de participar no Giveaway de Natal, têm até dia 7 de Janeiro.

FELIZ NATAL!

Mia



Giveaway de Natal

Olá princesas,

Hoje trago-vos uma surpresa... Vocês provavelmente não sabem mas o blog faz hoje dia 17 de Dezembro, seis meses. Pode parecer pouco mas para mim é muito tempo porque realmente nunca pensei conseguir manter o blog activo durante todos estes meses. Para comemorar a data e o Natal que está a chegar decidi trazer-vos o primeiro giveaway do Buongiorno Principessa.


Giveway de Natal
Neste giveaway vou sortear:

1- Um quadro da Primark "Baby it's cold outside"
2- Uma vela de cheiro da Primark "Cinnamon Swirl"
3- Um bálsamo para os lábios em forma de pinguim também da Primark
4- Um verniz da Kiko, vermelho escuro

As regras são simples. Para participarem têm de preencher os campos. O giveaway vai decorrer entre 17 de Dezembro e 07 de Janeiro e só é válido em Portugal Continental e Ilhas.
Espero que gostem dos prémios e que participem no giveaway.

a Rafflecopter giveaway

Não se esqueçam do projecto Grandes e Pequenas Conquistas de 2016.



See you next time,

Mia



PROJECTO: PEQUENAS E GRANDES CONQUISTAS DE 2016

Olá princesas,

O post de hoje é curtinho mas é só para divulgar um projecto lançado pela blogger Clara Assis do Próxima Primavera.

O objectivo do projecto é mostrar que não devemos só olhar para o lado negativo das coisas e que devemos focar-nos não apenas em todas as coisas más que aconteceram em 2016 mas também em todas as nossas conquistas este ano. Afinal, num ano inteiro há sempre coisas boas que acabam que acontecer desde encontrar um emprego novo ou ter tido umas boas férias como coisas mais pequenas como finalmente ter descoberto um bom restaurante de sushi ou visto um bom filme.
A internet bombardeia-nos todos os dias com coisas negativas e este ano foi particularmente rico em acontecimentos infelizes e acho que é bom compartilharmos também as coisas boas que nos acontecem, nos nossos pequenos mundinhos um pouco à parte da catástrofe geral.

As regras são as seguintes:

No dia 24 de Dezembro -na véspera de Natal- todos os blogs do projecto vão postar a lista das suas pequenas e grandes conquistas de 2016. Valem fotos, vídeos, textos, prints, vale tudo! Desde que demonstrem os vossos bons momentos. Ilustrem os vossos bons momentos e falem um pouco sobre a experiência.

Caso estejam interessados em participar cliquem aqui para se poderem inscrever.
















See you next time,



Mia




Wishlist de Natal


Olá princesas,

Finalmente estamos em Dezembro, um mês mágico que eu adoro. Como não pode deixar de ser com o Natal a chegar toda a gente pensa em presentes. Confesso que eu prefiro presentear as pessoas de que gosto e mimar-me a mim na época dos saldos do que receber presentes (fico sempre embaraçada).
Mas nada me derrete mais do que receber aquele miminho especial que eu sinto que foi mesmo pensado para mim. Curiosas para descobrir o que mais quero no meu sapatinho este Natal?

1É o presente mais fácil que me podem dar. É difícil errarem com um livro porque a minha wishlist de livros é enormeee. De momento, no topo da lista está Fantastic Beasts and Where to Find Them- The Original Screenplay por razões óbvias. Este vem cá para casa nem que seja como prenda de mim para mim mas tenho alguma esperança de que alguém se lembre de mo oferecer pelo Natal.

2- Sabem aquelas pessoas que se queixam que quando recebem pijamas e meias? Eu não sou uma delas. Dêem-me uma pijama quentinho e adorável como este do Bambi da Primark e eu considero-me uma sortuda. Pantufas também são bem-vindas...A minha cadela achou que as minhas eram para brincar xD.

3- Eu comprei vários produtos de beleza este ano, mas o outro dia passei na Sephora e apaixonei-me por este coffret The  Ritual of Sakura. Eu adoro flores de cerejeira e o coffret além de lindo parece ter exactamente o género de coisas a que eu daria imenso uso.

4- Nina by Nina Ricci. Este perfume está em todas as minhas wishlists de Natal desde há uns bons anos. Mas nunca saí da lista porque gosto do cheiro e mas não gosto do preço. Este ano é capaz de acontecer outra vez. Ando a precisar de um perfume de Inverno novo e tenho dois ou três em mente mas este é o único que já cheirei.

5- Eu acho sempre difícil alguém acertar com uma peça de roupa que eu quero no Natal. Principalmente porque eu sou picuinhas. Casacos e outras peças de malha costumam ser uma boa escolha mas a minha perdição são vestidos... Queria muito um cinzento como este lindo da YesStyle.

6- Vocês que me seguem por aqui já perceberam que eu adoro coisas fofinhas. Quando vi a colecção do Pusheen na Claire's quase morri com tanta fofura. Andei a espreitar e uma das coisas de que mais gostei foi esta escova pequenina, super gira e óptima para ter na mala.

7- Eu não sou a maior fã de beber água mas faz bem. E ando a sentir necessidade de beber mais água só que detesto andar com garrafas de água atrás. Mas desde que vi uma colega minha com esta coisa fofinha da H&M acho que descobri a solução. Não a tenho visto à venda mas ainda tenho esperança que ela apareça no sapatinho.

8- Eu adoro artigos de decoração. Como estou em processo de decorar o quarto mantas como a da imagem, colchas, almofadas, velas e outros objectos semelhantes são sempre óptimos presentes. 

Espero que tenham gostado da minha wishlist de Natal. Também já fizeram as vossas? O que é que gostavam de receber?

See you next time,

Mia



Review Literária: Inferno de Dan Brown

Olá princesas,

Hoje venho trazer-vos a review literária de um livro de que gosto muito. Já o tinha lido há uns anos mas comprei-o como prenda de mim para mim (porque estes miminhos sabem sempre bem) no início de Novembro.
O filme andou nos cinemas (se calhar ainda está, eu sempre fui distraída relativamente a esses pormenores) e houve críticas muito diversas. Hoje como já devem ter percebido pelo título do post venho falar-vos do Inferno de Dan Brown.

Inferno de Dan Brown 



Ficha técnica:
Título: Inferno
Autor: Dan Brown
Ano: 2013 
Nº de páginas: 551
EditoraBertrand Editora
Sinopse: «Procura e encontrarás.» É com o eco destas palavras na cabeça que Robert Langdon, o reputado simbologista de Harvard, acorda numa cama de hospital sem se conseguir lembrar de onde está ou de como ali chegou. Também não sabe explicar a origem de certo objeto macabro encontrado escondido entre os seus pertences. Uma ameaça contra a sua vida irá lançar Langdon e uma jovem médica, Sienna Brooks, numa corrida alucinante pela cidade de Florença. A única coisa que os pode salvar das garras dos desconhecidos que os perseguem é o conhecimento que Langdon tem das passagens ocultas e dos segredos antigos que se escondem por detrás das fachadas históricas. 

Tendo como guia apenas alguns versos do Inferno, a obra-prima de Dante, épica e negra, veem-se obrigados a decifrar uma sequência de códigos encerrados em alguns dos artefactos mais célebres da Renascença - esculturas, quadros, edifícios -, de modo a encontrarem a solução de um enigma que pode, ou não, ajudá-los a salvar o mundo de uma ameaça terrível… Passado num cenário extraordinário, inspirado por um dos mais funestos clássicos da literatura, Inferno é o romance mais emocionante e provocador que Dan Brown já escreveu, uma corrida contra o tempo de cortar a respiração, que vai prender o leitor desde a primeira página até fechar o livro no final.

Começo desde já por assumir que gosto muito de Dan Brown e que sempre achei muito engraçado como existe um certo snobismo literário, um certo franzir de sobrancelhas quando alguém me ouve dizer isto. É entretenimento literário. Por vezes, as pessoas não querem ver aquele filme complexo e maravilhoso mas que as obriga a pensar. Por vezes, querem o filme de acção e mistério que as deixa sempre com vontade do próximo plano, que as faz sair do cinema com assunto para o dia seguinte mas que depois passa. Dan Brown para mim escreve o equivalente literário a esse género de filmes de acção e eu gosto dele por isso. Gostei d' O Código Da Vinci, de Anjos e Demónios e d' O Símbolo Perdido por causa disso. Claro que o facto de abordarem temas que se relacionam com História, História de Arte, sociedades como os Templários e a Maçonaria os tornaram ainda mais apelativos para mim. Portanto quando peguei neste Inferno a primeira vez esperava algo do género. Mais do mesmo...bom entretenimento.

Quando acabei Inferno a primeira vez percebi que Dan Brown tinha levado as coisas a outro nível. Já não é só entretenimento. A história está muito bem tecida e o ritmo está tão alucinante como ele já nos habituou mas Inferno tem qualquer coisa extra. É um livro que aborda questões muito importantes e actuais. Tem todas as reviravoltas que alguém que acompanha os trabalhos de Dan Brown (e eu já li quase todos os livros dele embora prefira os protagonizados por Robert Langdon) já se habituou mas que ainda assim conseguem surpreender um bocadinho. Passa-se em cenários maravilhosos... Florença, Veneza, Istambul. Mas tem algo mais...Dan Brown conseguiu enfiar questões éticas pertinentes num livro de entretenimento e conseguiu fazê-lo de maneira a que o leitor acabe o livro a pensar um pouco mais nas realidades da sociedade actual mas ainda sinta que acabou de ajudar a salvar o Mundo (ou de tentar, pelo menos).

Para mim Inferno foi o trabalho em que Dan Brown elevou a fasquia e é também o seu livro mais sério. Mais trabalhado, talvez. Fiquei muito curiosa para saber como vai ser o próximo porque depois de ele provar que é capaz de escrever uma coisa destas vou ficar muito desiludida se for outro Símbolo Perdido.

Por último, li várias reviews menos positivas e várias críticas ao filme que estreou nos cinemas este ano. Se foram dessas pessoas que viram o filme acharam uma treta porque havia coisas mal explicadas ou confusas (essas foram das críticas mais frequentes que li) um dia dêem uma hipótese ao livro. Vale mesmo a pena.

Já leram o livro? Viram o filme? Gostam de Dan Brown? Digam-me o que acham nos comentários :)

See you next time,

Mia

Princesa às compras: Especial Ebay cosméticos coreanos

Olá princesas,

Há uns tempos eu criei uma wishlist de produtos de beleza coreanos que eu queria comprar e, felizmente, consegui adquirir bastantes. Como eles chegaram entre o final de Outubro e Novembro decidi esperar até os ter todos comigo. Ainda não os experimentei todos, por isso, preparem-se para umas reviews num futuro próximo.

Sweet Cotton BB Cream e Pig Nose Clear
ambos da Holika Holika 
 Os primeiros que vos vou mostrar são o meu novo BB cream (que admito não larguei desde que chegou) e o Pig Nose Clear ambos da Holika Holika. O BB cream era algo que eu já desejava experimentar há imenso tempo e estou super contente com a minha escolha. Uma das coisas que mais adoro nele, além da embalagem linda é como ele tem um cheiro doce mas leve a... algodão doce.
O Pig Nose Clear é um daqueles que estou a guardar para testar quando comprar o meu telemóvel novo (se tudo correr bem será muito em breve) para poder fazer review com fotos decentes de todo o processo, visto que quando fiz a wishlist me apercebi que era um dos produtos que suscitava maior curiosidade.

Eevee Hand Cream Tonymoly
My Beauty Tool Ettie Head Band Etude House 
Também comprei esta fita para o cabelo com orelhas de gato, que é excelente para o manter afastado da cara durante os meus cuidados de pele (e, às vezes, enquanto aplico a maquilhagem). Adoro o material e acho-a super fofinha portanto fiquei muito satisfeita com a compra. Não consegui resistir ao creme de mãos da Eevee da Tonymoly e ainda bem que não o fiz. Adorooo o cheiro a pó talco (até a minha mãe ficou fã) e, apesar de não o usar muitas vezes, quando sinto necessidade ele cumpre lindamente a sua função. Agora que veio o frio a sério acho que lhe vou dar mais uso.


Changing U Magic Foot Peeling Shoes Tonymoly
e as amostras que vieram com as encomendas :)
Por último, trouxe esta máscara de peeling para os pés que também estou bastante curiosa para experimentar. Além deste produtos também comprei uma espuma de limpeza de Pokémon da Tonymoly que vou oferecer a uma das minhas melhores amigas no Natal (esqueci-me de a fotografar mas é a do Charmander, que é o Pokémon favorito dela).

Em geral, tive uma experiência bastante positiva com os vendedores do ebay que usei e com o serviço em geral. Foram ambos muito simpáticos e tal como eu já tinha ouvido referir dos vendedores coreanos enviam sempre algumas amostras. As encomendas também chegaram mais ou menos dentro do prazo previsto portanto não tenho razão de queixa em relação a isso. Já agora quero agradecer à querida Naipes que me aturou e respondeu às minhas dúvidas sobre os vendedores e me deu óptimas dicas durante todo este processo.

(Continuo com problemas no pc e tenho mesmo de o levar a arranjar portanto vou continuar meio desaparecida, mas não quis deixar-vos sem posts demasiado tempo. Espero que resolver isto em breve e voltar a postar como de costume).

See you next time,

Mia

TAG: Harry Potter

Olá princesas,
O meu computador está com alguns problemas e estou a usar o de casa da minha mãe para vos escrever este post. Infelizmente enquanto o meu computador pessoal não estiver arranjado vai ser-me mais difícil postar aqui com a regularidade do costume (mas vou tentar não deixar o blog muito parado). O post era para ter sido publicado no Halloween (ou seja, há séculos!!) visto que reler todos os livros de Harry Potter era o meu projecto literário para Outubro. No entanto, visto que este Novembro vai ser um mês particularmente fantástico para todos os fãs de J.K. Rowling acho que ele continua a fazer sentido.

Encontrei esta TAG no blog da Inês, o Bobby Pins e desde que a li que estava com vontade de a fazer para celebrar.




1. O melhor livro
Esta pergunta é sempre complicada. Eu fico sempre indecisa entre dois livros, o Cálice de Fogo e os Talismãs da Morte. Acho os Talismãs mais perfeitos enquanto livro mas nunca consegui ler o Cálice de Fogo sem um arrepiozinho de emoção.
2. Personagem preferido
A Hermione. Eu adoro o Harry, acho que é um protagonista extremamente realista, com tantas qualidades quanto defeitos mas sempre senti uma admiração profunda pela Hermione. Ela podia ser só uma miúda sabichona, agarrada aos livros e obcecada com as notas e os trabalhos de casa mas é tão mais do que isso, ela é corajosa, altruísta, preocupa-se com os outros. É a amiga que dá os melhores conselhos. É o patinho feio que virou cisne e não deixou que isso alterasse a sua personalidade. Para mim ela é um exemplo.
3.Cena preferida da Pedra Filosofal
Quando o Harry vê os pais no Espelho dos Invisíveis. Acho sempre essa cena profundamente comovente... Acho que é nesse momento que temos noção de que ele durante onze anos não tinha noção de qual era a aparência dos pais.
4.Local preferido
Hogwarts.... Obviously.
5.Se fosses um animagus, em que animal te transformarias?
Já fiz essa pergunta a mim mesma muitas vezes... Acho que escolheria um pardal. Um passarinho discreto, comum e a quem ninguém ia prestar muita atenção.
6. Cena preferida da Câmara dos Segredos
Talvez a cena em que o Harry vê a Ginny sozinha no meio da Câmara. Acho que a atmosfera sombria e o medo que ele sente de que o pior tenha mesmo acontecido estão muito bem retratados.
7. Melhor filme
Cálice de Fogo... foi o primeiro da saga que eu vi no cinema e também foi o primeiro filme que fui ver ao cinema sem familiares. Sempre achei que estava relativamente fiel ao livro e gostei imenso.
8. Cena preferida do Prisioneiro de Azkaban
É complicado... mas provavelmente quando a Hermione e o Harry estão na enfermaria e ela puxa o Vira-Tempo. Sempre gostei particularmente dessa apesar de haver cenas mais emocionantes no filme como o Patronus.
9.Qual foi o livro que mais te emocionou?
Os Talismãs da Morte... pela maneira como tudo encaixou, pelas personagens que perdemos. Por ser, apesar do Cursed Child, aquele que eu vou ver sempre como o encerrar de um ciclo. Por estar magistralmente bem escrito e se notar como a autora evoluiu ao longo dos sete livros. Porque tudo foi culminar ali.
10. Que final de personagem mudarias e como seria?
O do Dobby, por ter sido a morte que me custou mais. Eu sempre imaginei que ele continuaria a ser um elfo livre e provavelmente trabalhasse para o Ron e a Hermione no futuro. A Hermione nunca aceitaria um elfo a que não pudesse pagar e o Ron nos livros sempre gostou imenso dele.
11. Qual seria a tua posição no Quidditch?
Eu não tenho grandes razões para acreditar que daria uma boa jogadora de Quidditch... Provavelmente iria ficar nas bancadas a apoiar a equipa. No entanto, imaginando que jogava acho que seria keeper.
12.Qual é a personagem que sobreviveu que mais gostarias que tivesse morrido?
Se há algo raro num fandom é uma pergunta ter uma resposta unanimemente aceite mas acho que esta está bem perto de o conseguir. A Umbridge como é óbvio... Aquele mulher merecia uma morte lenta e dolorosa de preferência ás mãos de alguma espécie que ela desprezasse. Aceitam-se sugestões :)
13.Cena preferida do Cálice de Fogo?
Hum... isto é tão complicado. Muitas... Demasiadas. Mas provavelmente seria a primeira prova: Harry Potter vs Cauda de Chifre da Hungria. Uma cena que tem o Harry numa vassoura e um dragão tem todo o potencial para me conquistar imediatamente.
14.Que filme mais te emocionou?
Talismãs da Morte parte II embora a Parte I também me custe muito porque Dobby :'(
15.Qual é o livro que leste mais vezes?
Como eu sempre tive o ritual de antes de comprar/receber um livro novo reler todos os anteriores como uma espécie de preparação mental e emocional provavelmente deve ter sido A Pedra Filosofal.
16.Qual é a casa a que pertencerias?
I'm a Ravenclaw and a very proud one (sempre soube e o Pottermore confirmou).
17.Cena preferida da Ordem da Fénix?
A cena na Sala das Necessidades em que eles acabaram de aprender o Patronus e eles estão a flutuar por ali. Essa cena é simplesmente mágica.
18.Qual é o teu professor favorito?
Remus Lupin. Adoraria ter aulas com ele, porque sabe imenso, explica muito bem e é o género de professor que consegue fazer os alunos mais inseguros sentirem-se à vontade o suficiente para intervir nas aulas.
19. Qual é o destino que darias a Draco Malfoy?
Eu concordo com o destino que ele teve... especialmente depois de ler Cursed Child portanto não mudava nada.
20. Qual o personagem que poderia não existir e não faria falta nenhuma?
Hum... A Lavender Brown. Ela é basicamente irrelevante e poupava-me a todas aquelas cenas do namoro dela e do Ron. Ela era mesmo chatinha.
21. Personagem que só aparece no livro mas gostarias de ter visto nos filmes?
Gostava de ter visto mais o Dobby, que aparece em quase todos os livros desde que apareceu na história (acho que a única excepção é o Prisioneiro de Azkaban). Mas preferia que a Ginny dos filmes fosse um pouco mais badass e mostrasse mais a essência da personagem. Acho que ela é muito toned down comparada com os livros.
22. Qual é a personagem que é, nos filmes, exactamente como imaginaste?
Há várias... Uma das mais marcantes para mim é o Snape. Desde que li Harry Potter pela primeira vez que o imaginei exactamente assim. Acho que o Alan Rickman personificou lindamente o professor de Hogwarts que nós mais adorámos detestar durante tanto tempo.
23. Cena preferida do Príncipe Misterioso?
Todas as cenas em que o Harry entra no pensatório com o Dumbledore para descobrir mais sobre o passado de Voldemort.
24. Disciplina preferida de Hogwarts
Eu acho que teria gostado de História da Magia (se não fosse dada pelo professor Binns) mas teria adorado mesmo era ter aulas de Encantamentos com o Flitwick. Nos livros parecem sempre ser as aulas mais divertidas.
25. Se pudesses ter um dos Talismãs da Morte, qual escolherias?
O Manto da Invisibilidade. Para mim é o melhor e o mais útil dos Talismãs.
26. Qual seria o teu Patronus?
Na verdade não sei porque nunca testei no Pottermore... Um dia tenho de fazer isso. Provavelmente seria um gato ou um pássaro acho eu.
27. Cena preferida de Talismãs da Morte parte I
A morte do Dobby, é a minha cena preferida pela capacidade que tem de me fazer chorar de cada vez que a vejo. É uma cena mesmo triste mas profunda.
28. Qual a lembrança que usarias para invocar o teu Patronus?
Isso é segredo :p
29. Se só pudesses escolher um feitiço para usares sempre que quisesses, qual seria? 
Accio. Eu passo a vida à procura das chaves de casa, do telemóvel e de outras pequenas coisas com este feitiço isso deixava de ser um problema. Na verdade acho que é um dos encantamentos mais úteis que existe.
30. Cena preferida de Talismãs da Morte parte II
O beijo da Hermione ao Ron. É extremamente inapropriado pela altura em que é mas o que o causa é tão engraçado.
31. Se tomasses uma Poção Polissuco, qual o personagem em que gostavas de te transformar?
Visto que só adquirimos a aparência da pessoa eu gostava de experimentar ser a Fleur por uma hora.
32. Se o Harry não estivesse no Torneio dos Três Feiticeiros, por qual dos participantes torcias? Fleur, Cedric ou Krum?
Fleur.



Espero que tenham gostado da Tag. Não vou marcar ninguém mas quem quiser fazer sinta-se à vontade. Se correr tudo bem terei o meu computador de volta em breve e poderei retomar o ritmo de posts habitual. Já agora há por aí muitos fãs a contar os dias para Fantastic Beast and Where to Find Them? Já está quase :)

See you next time,

Mia

Princesa às Compras: Setembro/Outubro

Olá princesas,

Chegou aquela altura do mês em que eu vos mostro as minhas comprinhas. :) Desta vez como não comprei muita coisa e algumas das coisas que comprei em Setembro só chegaram agora em Outubro decidi juntar ambos os meses num só post.

As primeiras coisas que comprei ainda em Setembro foram esta camisa azul e as calças de ganga escura que usei na entrevista de trabalho que levou ao meu actual emprego. A camisa é de uma loja na Avenida de Roma, em Lisboa, chamada Chez Chemise que está em liquidação total. Eu adoro-a porque assenta muito bem e, apesar de não ter sido muito barata, é um investimento porque é uma peça com imensa qualidade que me vai durar bastante tempo. As calças são da Primark e vieram da minha necessidade de ter algo para usar para a entrevista que não deixasse o conjunto demasiado formal mas arranjadinho na mesma. Eu tenho pouquíssimas calças porque, como não são a minha peça favorita, é uma daquelas coisas que mais adio comprar e depois quando preciso não tenho e vou a correr comprá-las na véspera... coisas minhas.

Camisa Chez Chemise - 19.50€
Calças de ganga Primark - 8€
A outra compra de Setembro mas que só chegou em Outubro foram estes sapatos oxford que eu comprei na YesStyle. Adorei-os no site e quando os apanhei numa promoção não resisti. Apesar de estar receosa com a possibilidade de eles ficarem presos na alfândega como já me tinha acontecido decidi arriscar. Não me arrependo nada porque desta vez correu tudo bem. Eles são super confortáveis e o salto é perfeito, nem muito baixo nem muito alto. A cor é mais bonita no site, eu achei-os um pouco alaranjados quando os recebi (embora nesta foto não se perceba. Na verdade, o meu avô acha que o sapateiro os consegue deixar na cor com que eles ficaram nesta foto. Eu espero que sim.).

Sapatos Oxford YesStyle- 24,82€

Quanto às compras de Outubro, a primeira foi este conjunto de chockers (ou gargantilhas, se preferirem) da Bershka que já andava a namorar há um mês mas que estava esgotado em todo o lado. Finalmente encontrei-as na loja do Vasco da Gama quando já tinha perdido a esperança e fiquei super contente. Adoro a de veludo cor-de-rosa era uma das peças que mais queria comprar esta estação e adoro a prateada por ser tão simples e versátil.

Conjunto de chockers Bershka - 4,99€

Depois comprei esta camisola branca na Lefties numa pequena emergência mas como é muito simples acho que ainda lhe vou dar bastante uso.

Camisola de malha Lefties -9€

Por fim, recebi a minha encomenda da Yves Rocher: o esfoliante guloso de alperce, a máscara de mirtilo (que na verdade é de arando :p) e o desmaquilhante+tónico de camomila que eram algumas das coisas que estavam na minha wishlist. Ainda só experimentei o esfoliante mas gostei bastante dele. Se quiserem talvez faça review de algum destes produtos aqui pelo blog. Também recebi bastantes amostras o que é sempre bom :)

Desmaquilhante+tónico - 3,80€
Máscara "efeito gelo" mirtilo - 2,99€
Esfoliante "guloso" alperce- 2,99€
Foram estas as minhas compras mais recentes. :) Se correr tudo bem o próximo post de comprinhas há-de vir cheio de coisas que encomendei no ebay e que vão chegar entre o final de Outubro e durante o mês de Novembro.

See you next time,

Mia

Coisas que eu levo na minha mala

Olá princesas,
Hoje é sexta-feira e finalmente consigo trazer um post que já tinha planeado há quase um mês (andei sem tempo para tirar fotos, infelizmente). Decidi partilhar com vocês as coisas que costumo trazer na minha mala todos os dias, porque adoro ler posts destes.

Eu, no dia-a-dia, costumo usar sempre uma destas duas malas. Adoro a mochila da Stradivarius (que já vos mostrei neste post) porque é super prática e dá com tudo. Simplesmente não me canso dela. No entanto, se tenho uma entrevista de emprego, se vou andar com documentos ou se estiver numa situação em que me queira sentir mais arranjada esta mala da Lefties tem-me dado imenso jeito. Adoro o detalhe da alça.
As minhas malas do costume

Em qualquer uma das malas consigo levar este caderno lindo que me serve de agenda. Eu nunca fui muito uma pessoa de usar agendas mas como sou um bocado esquecida não nego que este caderno me dá imenso jeito para me lembrar de todas as coisas que tenho de fazer no dia-a-dia e para manter os posts aqui do blog em ordem. Ele tem uma bolsinha no final que eu adoro porque é perfeita para guardar papéis soltos. Claro que nunca me separo das canetas que uso para escrever na minha agenda ( a azul-clara é para títulos e coisas que quero realçar e a outra é para escrever). Outro item essencial são os meus headphones rosa. Eu adoro ouvir música quando estou a andar de transportes públicos e é uma daquelas coisas que eu detesto esquecer em casa.
A minha agenda, canetas e headphones

Claro que nunca me posso esquecer da carteira que, de momento, é esta castanha da Lefties ou das chaves de casa. Eu não tinha porta-chaves até que uma amiga me ofereceu este unicórnio rosa mega fofinho. Ele é da Claire's e vem num pack de 3, eu fiquei com o rosa, outra amiga comum ficou com o roxo e a amiga que nos ofereceu os unicórnios ficou com o azul para ela. Nós estamos muitas vezes longe umas das outras e foi uma maneira bonita de celebrar a nossa amizade então ele é muito especial para mim. Outra coisa que agora tenho sempre é esse cartão de acesso que uso no trabalho e que é uma daquelas coisas que nunca quero perder. Há sempre aqueles essenciais de maquilhagem que nenhuma rapariga quer deixar em casa. No meu caso são o meu lindo Babylips, o rímel transparente, o corrector e o lápis de sobrancelhas.

Chaves de casa, cartão de acesso, carteira, maquilhagem
 Por último, já vos falei aqui deste estojo e do meu livro de colorir. Outras coisas que também costumo ter comigo são os óculos de sol, um elástico para prender o cabelo (ás vezes ando com um no pulso mas quando não ando sei que tenho este à mão) e pastilhas elásticas (essas Trident Senses de limão são as minhas preferidas ^^).

Estojo, livro de colorir, elástico, óculos e pastilhas

Há mais coisas que andam comigo como desodorizante, tampões e pensos rápidos mas esses andam escondidos num bolso interior da mala então achei melhor não os fotografar :P Ou os tupperwares com o almoço que mudam várias vezes por semana (ainda tenho de comprar um especial para levar para o trabalho, vi uns tão fofinhos no ebay). Ah, e claro o telemóvel que não vos posso mostrar porque é o que eu uso para tirar fotografias. xD

Espero que tenham gostado do post. Já fizeram um post deste género? Deixem o link nos comentários se quiserem que eu vá espreitar.

See you next time, 

Mia

Mia Cozinha: Bolo de canela

Olá princesas,

Hoje quis trazer-vos um post diferente do habitual mas se vocês gostarem talvez traga mais do género para o blog. Eu gosto de cozinhar... e gosto especialmente de fazer bolos. Então, anteontem, domingo à tarde, dia com um tempo chuvoso e bastante cinzento apeteceu-me ir enfiar-me na cozinha e fazer um dos meus bolos preferidos para esta altura do ano. Com uma caneca de chá e este bolo têm um lanche perfeito. No livro de receitas que eu usoele chama-se Bola Parda mas eu costumo chamar-lhe simplesmente bolo de canela (que como vos disse no post anterior é um dos sabores que mais associo ao Outono).

É um dos bolos mais fáceis de fazer que eu conheço (principalmente porque a maioria das pessoas tem os ingredientes em casa) e foi um dos primeiros que eu aprendi quando comecei a fazer bolos. O primeiro de todos foi bolo de chocolate, obviamente :p

Vão precisar de:

-250g de açúcar
-20g de manteiga (mais um pouco para barrar a forma) **
-3 ovos
-280g de farinha
-1 colher (chá) de fermento em pó
-1 colher (sobremesa) de canela
-1 chávena de leite

** a receita original diz 60 g de manteiga mas só se usam 20g no bolo em si, os outros 40g são para barrar a forma e é uma quantidade bastante exagerada.

Começam por bater o açúcar com 20g de manteiga e os ovos. Juntem, alternadamente a farinha com o fermento, a canela e o leite.  (uma pequena nota, para quem gosta de canela, o bolo fica melhor com 2 colheres de sobremesa em vez de uma). 

A massa do bolo antes de ir ao forno


Batam tudo muito bem, levem ao forno pré-aquecido a 180ºC, numa forma untada com manteiga e deixem cozer durante aproximadamente 40 minutos.

O resultado final 

Pronto, aqui têm um bolo simples mas delicioso para estes dias chuvosos. Ele conserva-se relativamente bem, eu levei-o para o trabalho no dia seguinte e ainda estava fofinho. Aliás alguns dos meus colegas provaram e ficaram fãs. ^^
Experimentavam esta receita? Gostavam que vos trouxesse posts destes mais vezes? Let me know :)

See you next time,

Mia

*A receita deste bolo é uma adaptação da usada no livro "Doçaria Regional Portuguesa", da Impala Editores

Outono: 5 das minhas coisas favoritas desta estação

Olá princesas,

Antes de mais desculpem a demora a publicar esta semana mas arranjei um emprego e ainda me estou a adaptar às novas rotinas. Estou muito contente mas tem sido uma semana bastante atarefada. Aos poucos espero vir a ficar um pouco melhor a gerir o meu tempo para continuar a trazer-vos bons posts para o blog.
Outono!

Finalmente chegou o Outono! Sim, já foi há algumas semanas mas só agora é que me começa a parecer Outono. Eu não sou a maior fã do calor então estou super contente com a mudança de estação. Hoje venho falar-vos de cinco das minhas coisas favoritas desta estação.

Algumas das minhas coisas favoritas desta estação 

1- Eu adoro que os collants, as meias altas e quentinhas, as botas, os botins e as malhas voltem ao meu guarda-roupa. Adoro usar coisas com padrão de xadrez escocês principalmente saias e vestidos (que eu associo imenso a esta época do ano). Para não mencionar os pijamas quentinhos e confortáveis. Este ano ando bastante curiosa com a tendência do veludo.

2- Bebidas quentes como os meus queridos cappucinos e chás sabem ainda melhor nos dias frios. Não esquecer o maravilhoso chocolate quente.

3- É época de maçãs assadas, marmelos cozidos e montes de romã lá em casa. As sopas voltam em força ao menu tal como alguns dos meus pratos preferidos como almôndegas com puré de batata, arroz de pato e empadão. Já para não falar que apetece muito mais fazer bolos, panquecas ou scones para os lanches de domingo. Além disso tudo o que tiver canela parece ainda mais maravilhoso.

4- Programas caseiros são ainda mais apetecíveis quando o tempo lá fora não ajuda e eu adoro as tardes chuvosas desde que possa ficar em casa enrolada numa manta a ler um bom livro ou a ver um filme no sofá. Para programas fora de casa adoro visitar museus, ir ao cinema ou passear num jardim e ver as mudanças na cor das folhas especialmente se acabar o passeio num dos meus cafés favoritos.

5- O Halloween. Calha no dia de anos da minha irmã mais nova mas traz todo um imaginário que afecta o meu mês de Outubro. Por exemplo, ponho-me a reler o Harry Potter (que é o que eu estou a fazer agora) ou leio livros mais associados ao universo de fantástico/terror. Também costumam aparecer marshmallows e gomas associadas à época lá por casa por causa do aniversário da minha irmã o que é sempre óptimo.

Só a título de curiosidade associo imenso os sabores/cheiros de chocolate, café, canela, maçã e pêssego a esta época do ano. Gostaram do post? Quais são as vossas coisas favoritas desta estação?

See you next time,

Mia

Mia's favourite things: Livros de colorir

Olá princesas,

O post de hoje é especial para mim porque eu venho falar de algo que eu faço há muito tempo e que pude desenvolver um bocadinho mais este ano. A semana tem sido um bocadinho stressante e isto definitivamente tem-me ajudado a relaxar. Como podem ver pelo título do post, eu venho falar-vos de livros de colorir.

Eu comecei a colorir bem antes de os livros para adultos e da arte terapia serem moda... Na verdade, o meu primeiro projecto (e o que me ocupou mais tempo) foi pegar num dos meus livros de colorir de quando era mais nova que estava pouco usado e colorir todos os desenhos (aqueles que eu tinha colorido em criança ou que estavam só riscados, eu apaguei e voltei a colorir). Aquele livro de desenhos de Natal sempre foi especial para mim e durante anos foi o meu projecto de fim-de-semana em casa dos meus avós.

O meu projecto actual e alguns dos meus lápis de cor 

Demorei um pouco a pegar num livro de colorir para adultos. Eu, por norma. prefiro colorir desenhos e esses livros estão cheios de padrões...Eu até gosto de um ou outro padrão mas um livro inteiro não tenho paciência. Então quando estava na Irlanda encontrei o livro perfeito. Tamanho de bolso, com desenhos interessantes e, melhor ainda, sobre o Japão. O preço também era apelativo e eu decidi-me.
Normalmente eu coloria mais ao fim do dia ou em viagens de comboio quando estava na Irlanda. Cá em Portugal, tem sido a minha maneira de lidar com aqueles tempos de espera que o metro de Lisboa tanto gosta de impor aos seus clientes.

Os meus desenhos favoritos

Eu também gosto de padrões, mas só às vezes...

Espero começar um destes em breve :)


Se quiserem ir vendo os meus progressos eu costumo postar fotos no meu instagram (@mia.teixeirapinto) dos desenhos acabados quando gosto particularmente deles. E vocês tem algum passatempo do género?

See you next time,

Mia 

Filme: A Casa da Senhora Peregrine para Crianças Peculiares

Na sexta-feira, dia 30 de Setembro tinha combinado com amigos ir ao cinema assistir a este filme. Estávamos todos bastante curiosos para o ver e eu não ia ao cinema há séculos, na verdade acho que ainda nem tinha ido em 2016, shame on me.

Miss Peregrine's Home for Peculiar Children




Ficha técnica:
Género: Aventura
Data de estreia: 29/09/2016
Título Original: Miss Peregrine's Home for Peculiar Children
Realizador: Tim Burton
Ano: 2015
Duração (minutos): 127

Sinopse:
"Do visionário realizador Tim Burton, e baseado no best-seller, chega-nos uma experiência cinematográfica inesquecível. Quando o avô de Jake lhe deixa um conjunto de pistas sobre um mistério que se estende por diferentes mundos e tempos, ele encontra um lugar mágico conhecido como A Casa da Senhora Peregrine para Crianças Peculiares. Mas o mistério e o perigo aprofundam-se à medida que conhece os moradores e se apercebe dos seus poderes especiais…e dos seus poderosos inimigos. Jake acaba por descobir que só a sua “peculiaridade” pode salvar os seus novos amigos."


Para começar devo avisar que ainda não li o livro (mas vou ler) portanto não sei se a adaptação está fiel ao livro ou não, deixo isso para outros esclarecerem.
Quanto ao filme em si, eu gostei. As expectativas que tinha eram só as que o trailer tinha criado, de ver um bom filme com uma história interessante. Claro que as partes mais engraçadas têm haver com as peculiaridades de cada um e é bom ver como eles usam esses "dons" para ajudar nas tarefas do dia-a-dia naquela casa.
Não é um filme de terror embora já tenha lido por aí que há pessoas que acham que sim. Só tem umas cenas assim meio creepy por causa das peculiaridades deles e de outras coisas relacionadas com a história.
A história em si é interessante e está bem construída. É um bocadinho expectável mas tem partes em que consegue surpreender, por exemplo, eu já desconfiava que certa personagem era um vilão mas não sabia que era aquele vilão. (Isto sou eu a tentar não dar spoiler). Há algo naquele universo mágico e bizarro que faz dele um filme ideal para Tim Burton e que vem connosco quando saímos do cinema. Não é um daqueles filmes que nos faz ficar a pensar na vida mas deixa-nos a desejar ficar naquele universo... só mais um bocadinho.

Estão curiosos para ir ver o filme? Já viram? Contem-me tudo nos comentários.

See you next time,

Mia

Review literária: Provocadora

Olá princesas,

Eu já tinha lido este livro da Madeline Hunter quando mo ofereceram o ano passado mas esta semana andava com vontade de ler alguma coisa mas não sabia bem o quê. Quando me pus à procura nas prateleiras este livro chamou-me à atenção e decidi relê-lo porque me lembrava de ter gostado bastante das história mas quis recordar os pormenores. Devo dizer-vos que não me arrependo nada da escolha.


Ficha técnica:
Título: Provocadora (série As Flores mais Raras Livro II)
Autor: Madeline Hunter 
Ano: 2013
Nº de páginas: 336
EditoraEdições Asa
Sinopse: Verity Thompson desapareceu no dia do seu casamento. O seu paradeiro manteve-se secreto durante dois anos. Um longo período em que o marido, o conde de Hawkeswell, viveu na penúria e na incerteza. 
Verity deixou para trás uma fortuna imensa mas inacessível, pois o seu óbito não foi declarado. Nem poderia sê-lo pois está bem viva. Ao ser obrigada a casar, Verity fugiu de Londres e refugiou-se incógnita, no campo. Sem qualquer interesse pelo título ou estatuto do marido, abdicou da sua fortuna em troca da liberdade. Mas o passado tem os seus próprios desígnios e a jovem vê-se agora obrigada a regressar à cidade e a um casamento sem amor. 
Por seu lado, o arrogante Hawkeswell está disposto a chegar a um acordo: se Verity lhe conceder três beijos por dia, ele não a obrigará a cumprir os deveres conjugais. Mas, claro, há beijos e beijos... e Verity vai perceber até que ponto se arruinou ao entregar-se às mãos hábeis de um mestre.

Este é o segundo livro de uma série de quatro chamada As Flores Mais Raras e confesso que quero imenso ler os outros três. A história é interessante e tanto o conde Hawkeswell como Verity são personagens densas. A Verity é uma protagonista inteligente, corajosa mas não é demasiado perfeitinha, tem os seus próprios dilemas e fantasmas e também adoro que ela se imponha ao marido e lhe mostre que ela foi educada com princípios diferentes dos dele e não vai ser a esposa submissa que acata o que ele diz naquele casamento. O conde de Hawkeswell é um homem impressionante mas que está mal de fortuna e é conhecido por ter muito mau génio. Na verdade, esse mesmo mau génio e os seus esforços para o controlar, por vezes com a ajuda do seu amigo Sebastian Summerhays, dão azo a algumas das cenas mais cómicas do romance.
As restantes personagens, nomeadamente as amigas de Verity também são bastante interessantes, daí que eu tenha ficado com curiosidade para ler os outros livros. 

Para quem gosta de romances com cenas sensuais mas que estejam integradas numa história interessante e não sejam o foco central da trama está super recomendado. É uma leitura leve para um dia em que estejam mais aborrecidas. 
Gostam deste tipo de livros?

See you next time, 


Mia

My Wishlist: Cosméticos e maquilhagem para o Outono/Inverno

Olá princesas,

Hoje trago-vos uma wishlist com os produtos de cosmética/maquilhagem em que mais quero apostar nos próximos meses. Com o frio eu sinto a necessidade de alterar um bocadinho os produtos que uso na minha rotina diária e se, no Verão, eu raramente uso maquilhagem no Outono/Inverno a coisa tende a mudar um bocadinho de figura.





1- Holika Holika Sweet Cotton Pore Cover BB Cream - Eu estou mesmo a precisar de um BB cream novo e este da marca coreana Holika Holika anda nas minhas wishlists há séculos.  Acho que é desta que me decido a comprá-lo. Ele tem dois tons mas eu acho que vou apostar no mais escuro (#2 Natural Beige) porque o último BB cream coreano que tive era um bocadinho claro demais para mim.

2- Etude House My Beauty Tool Lovely Ettie Hair Band- Basicamente é só uma daquelas toalhas/fita para segurar o cabelo para trás enquanto estou a fazer a minha rotina diária de cuidados de rosto. Eu costumo usar uma fita normal mas queria algo próprio e com mais qualidade então quando vi esta coisa amorosamente kawaii com orelhas de gato foi entrada directa na wishlist.

3- Holika Holika Pig-nose Clear Black Head 3 Step Kit- Há imenso tempo que tenho curiosidade de experimentar este produto, sempre vi óptimas reviews dele. Como o nome indica é um kit para remover os pontos negros do nariz em três passos. Segundo o que li o 3º passo é o mais importante mas se o comprar depois faço review a explicar tudo.

4- TonyMoly Pokémon Hand Cream #Eevee - Para começar a Eevee é o meu pokémon preferido portanto quando eu vi este hand cream foi amor à primeira vista. Como eu não tenho nenhum creme de mãos e no Inverno até costuma dar jeito ele está nesta lista (pelo menos é o que eu digo a mim mesma para ter uma desculpa para o comprar, não julguem, aposto que vocês também fazem destas coisas, certo?). Se quiserem saber mais sobre esta linha a Naipes tem um post muito completo no blog dela.

5- Oriflame Batom 5 em 1 Colour Stylish  Featherlight The One #Peach Pavlova - Eu queria comprar um batom há algum tempo. É uma coisa que, actualmente, não tenho. Tenho um ou dois lip balms e é isso. Mas há ocasiões em que eu queria um batom. Problema? Eu sou esquisita com batons. Mas depois de ler a review da Patrícia do blog Patsilvarte fiquei convencida que este era um em que valia a pena apostar.

6- TonyMoly Changing U Magic Foot Peeling Shoes - Estou mega curiosa para testar isto. Os meus pés estão um bocado desgraçados e este tratamento promete deixá-los mega suaves e cuidados. Só que como parte do processo envolve que a pele dos pés caia para poder surgir pele nova parece-me o género de coisa que convém fazer agora no Outono/Inverno quando não vou andar por aí de sandálias ou com sapatos que mostrem muito os pés...

7- Yves Rocher Desmaquilhante+Tónico Pure Calmille- Eu ando curiosa para experimentar alguns produtos da Yves Rocher e este é um deles. Por norma eu uso toalhitas desmaquilhantes mas como já ouvi dizer que essas são mais para emergências e que convém investir num desmaquilhante fiquei com este na mira.

8- TonyMoly Mini Peach Lip Balm- Uma amiga minha tem este lip balm e desde o dia em que ela mo mostrou que quero um para mim. Ele cheira super bem a pêssego, tem uma embalagem amorosa e deixa os lábios suaves e hidratados. O que é que se pode querer mais?

9- Set de pincéis (ebay)- Eu não tenho muitos pincéis de maquilhagem... Na verdade não tenho quase nenhuns. Este set está aqui porque eu quero resolver essa falha e achei-o no ebay com um preço muito em conta. Há várias cores mas para mim tem de vir em rosa e prateado. Já ouvi dizer bem destes pincéis portanto qualquer dia eles vêem cá para casa.

10- Etude House Wonder Pore Black Mask Sheet- Esta máscara limpa e fecha os poros e eu já li boas reviews sobre ela e sobre o resto desta linha da Etude House então tenho alguma curiosidade em experimentá-la.

11- Yves Rocher Esfoliante "Guloso" Alperce- Eu adoro o meu esfoliante actual mas acho que, em breve, vou ter de comprar um novo e desde que li algumas bloggers a falar sobre este que ando com vontade de o experimentar. Não sei porquê eu tenho tendência a associar aromas mais frutados como pêssego, maçã, etc... ao Outono então este parece-me de acordo com essa tendência minha.

12- Yves Rocher Máscara Efeito Gelo Mirtilo - Eu fui lendo montes de reviews desta máscara ao longo do Verão e a cada review aumentava a minha vontade de ter uma para mim. Como, pelo menos por agora, o Outono anda quente e sem vontade de esfriar acho que vou mesmo acabar por comprar uma.

Pronto, esta é a minha wishlist para os próximos meses. Não sei se vou comprar tudo mas depois vou-vos actualizando e fazendo reviews do que achar pertinente. Há alguma coisa desta lista que já tenham testado? Ficaram curiosos com algum produto? Digam-me tudo nos comentários.

See you next time.

Mia

Tested by Mia: Review PS...Softening&Brightening Creamy Mask Strawberry

Olá princesas,

Hoje venho falar-vos de uma máscara facial que eu decidi testar esta semana. A máscara foi um dos presentes de anos que a minha melhor amiga me ofereceu e, apesar de eu nunca usar máscaras, decidi experimentá-la.

PS... Face Treats Softening &Brightening Creamy Mask Strawberry 
Portanto a máscara é da PS..., a marca de cosméticos da Primark, da gama PS... Face Treats e chama-se Softening&Brightening Creamy Mask Strawberry. Na descrição do produto diz que esta máscara contém morangos verdadeiros e que ajuda a refinar e iluminar a pele controlando o excesso de oleosidade. Como controlar o excesso de oleosidade é uma das coisas em que mais invisto em termos de cuidados faciais esta máscara pareceu-me uma óptima ideia.

O produto tem uma textura cremosa e cheira a iogurte de morango. Sabem aqueles iogurtes de morango com pedaços? Faz-me lembrar isso... É um bocadinho doce mas agradável.

Parece iogurte de morango mas é a máscara xD

Aplica-se o produto na cara, espera-se 15/20 minutos e depois lavamos. Ao contrário de outras máscaras esta não fica propriamente dura, fica mais pegajosa e precisei de uns minutos a lavar a cara para ter a certeza que tirei o produto todo.  A pele fica realmente suave e luminosa mas não é aquele brilho de oleosidade. Eu não usei a embalagem toda portanto guardei o resto para aplicar outra vez daqui a uns dias.

Apesar de a máscara funcionar não acho que o controlo de oleosidade seja assim por aí além e como há outras máscaras que gostava de experimentar acho que não a vou comprar outra vez em breve. No entanto, gostei da máscara e testava outras da Primark sem dúvida.

Espero que tenham gostado desta review. Tenciono fazer mais posts deste género quando testar coisas novas. ^^

See you next time,

Mia

Top 5: Os meus animes favoritos ao longo do tempo

Olá princesas,

Eu ainda não tinha falado nisso aqui no blog mas eu gosto imenso de ver anime (quase vejo mais anime do que séries devo admitir). Então a ideia deste post surgiu para vos falar mais dessa paixão minha. Como estava a ser difícil elaborar um top 5 actual decidi elaborar um top 5 ao longo do tempo.

1- O favorito de sempre: Sword Art Online

Sword Art Online (SAO)
Sinopse: No ano de 2022, o jogo de Realidade Virtual Massive Multiplayer RPG Online (VRMMORPG), Sword Art Online (SAO), é lançado. Com o equipamento Nerve Gear, um capacete de realidade virtual que estimula os cinco sentidos do usuário através de seu cérebro, os jogadores podem experimentar e controlar seus personagens no jogo com suas mentes. O protagonista Kirigaya Kazuto (Kirito) e os outros jogadores depressa descobrem a ausência de um botão de log out e que o criador do jogo os mantêm cativos a menos que cheguem ao nível 100 do jogo e derrotem o último boss. No entanto, se morrerem no jogo também morrem na vida real. É aí que começa a sua luta pela sobrevivência. 

É o meu anime favorito. Sim, a segunda temporada não é tão boa como a primeira. Mas eu acho ambas maravilhosas. Adoro toda a premissa do anime sobre a possibilidade de ficarmos presos num mundo virtual e de quão profundamente ele consegue abordar certos aspectos da natureza humana às vezes. Adoro a relação do Kirito e da Asuna, adoro a Yui que é a coisinha mais querida que alguém se lembrou de criar. É o meu favorito porque é um dos animes que mais emoções me fez sentir, tem episódios em que eu rio, choro, tem personagens com as quais eu me identifico e tem situações que me fazem ficar a pensar e reflectir muito depois do episódio ter acabado. Eu adoro isso num anime, algo que me faça pensar.

2- O favorito dos últimos tempos: Clannad

Clannad
Sinopse: Okazaki Tomoya é um aluno do terceiro ano numa escola secundária japonesa que não leva os estudos a sério. Ele é visto como um delinquente pelos seus colegas que estão ocupados a estudar para os exames de entrada para a faculdade e tem poucos amigos. Um dia ele conhece uma rapariga, Furukawa Nagisa, que teve de repetir o ano porque esteve doente durante o ano lectivo anterior. Ela também não tem amigos porque todos os seus colegas de classe se graduaram. Eles começam a falar e ela conta-lhe que o seu sonho era entrar no grupo de teatro da escola mas que ela não pôde e que agora visto que os seus membros eram alunos mais velhos deixou de existir. Tomoya encoraja-a a reactivar o clube de teatro e dispõe-se a ajudá-la. Aos poucos, juntam-se outros membros ao clube e a amizade entre Tomoya e Nagisa vai-se desenvolvendo.

Este foi um dos animes que vi mais recentemente, acabei-o em Junho deste ano, mas foi um dos que mais me tocou. Fiquei completamente apanhada pela história e acho-o um anime muito doce e bonito. É daqueles que faz chorar (imenso mesmo, especialmente a segunda temporada, Clannad After Story) mas adorei ver o crescimento de ambas as personagens principais (principalmente da Nagisa) e adoro só ficar a perceber completamente a história toda nos últimos episódios. É um daqueles animes "para rapariga" que consegue ser muito mais do que só isso e isso para mim fê-lo ganhar imensos imensos pontos. Foi entrada imediata na lista dos favoritos.

3- O que me deixa mais ansiosa por uma segunda temporada: Mahouka Koukou no Rettousei

Mahouka Koukou no Rettousei
Sinopse: No início do século XXI a magia, durante muito tempo algo que pertencia ao folclore e aos contos de fadas, tornou-se uma tecnologia e é ensinada como uma habilidade técnica. Na First High School, uma instituição para mágicos, os alunos são separados em dois grupos conforme as suas classificações nos exames de acesso: "Blooms", aqueles que tiveram notas altas, são inscritos no "First Course", enquanto os "Weeds" os estudantes que não tiveram notas tão boas são inscritos no "Second Course". 
O anime segue os irmão Tatsuya e Miyuki Shiba que estão inscritos na First High School. Depois do exame, a prodigiosa Miyuki é colocada no First Course enquanto Tatsuya é relegado para o Second Course. Apesar das suas habilidades nos testes práticos o terem relegado para o estatuto de Weed mostrando que ele é magicamente inepto ele possui um extraordinário conhecimento tecnológico, habilidades de combate e técnicas mágicas únicas, ou seja muito mais apto do que a avaliação standartizada do teste leva a crer, tornando-o numa excepção na escola. 

Pela sinopse este poderia ser só mais um anime sobre uma escola de adolescentes com poderes mágicos mas ele é muito mais do que isso. Neste universo alternativo a magia enquanto tecnologia é algo cobiçado que dá poder aos governos. É algo usado no exército e a força de uma nação também é medida pelos seus mágicos. Isto traz todo um outro nível de densidade ao anime e torna a acção muito mais emocionante. Eu adoro-o por ter uma óptima história e ser super completo, tem cenas fofinhas, cenas cómicas, tem cenas de acção e de combate, tem mistério.  Tem tudo inclusive um final que nos deixa a implorar por uma segunda temporada (provavelmente a que estou mais ansiosa para ver mas "Attack on Titan" anda perto) , que ainda não foi confirmada, mas vêm aí filme. Yes! Personagem favorita.... Tatsuya, Tatsuya, Tatsuya.

4- O favorito da adolescência: Vampire Knight

Vampire Knight
Sinopse: A história passa-se no Colégio Cross, um internato de prestígio que divide os alunos em dois grupos: A Day Class, cujos alunos são humanos e todos usam uniformes escuros, e a Night Class, constituída apenas por vampiros e todos usam uniformes claros. O objectivo do colégio é promover a convivência pacífica entre ambas as espécies. Então a principal regra para a Classe da Noite é que é proibido beber sangue humano dentro dos limites do colégio, em substituição, eles devem tomar pastilhas de sangue. Porém a maior parte da sociedade humana (incluindo a Day Class) não sabe e não pode saber da existência de vampiros, então para guardar esse segredo e fiscalizar se a Night Class está a seguir as regras, foram criados cargos de Monitores que na realidade actuam como os Guardiões do Colégio. Por serem os únicos na Day Class que sabem sobre os Vampiros, Yuuki  Cross e Zero Kiryuu ocuparam tais cargos.
Yuuki não possui memória alguma antes dos seus 5 anos de idade, a sua lembrança mais antiga é a de há 10 anos atrás, quando foi salva por Kaname Kuran de um Vampiro de Nível E (Vampiro Ex-humano que perdeu a sua consciência e é dominado pelos instintos), que a atacara durante uma noite em que nevava muito. Kaname levou-a para casa de um velho amigo dos seus pais, Kaien Cross, onde foi adotada. Yuuki acredita, assim como o seu pai, que a maioria dos Vampiros são bons e que podem conviver amigavelmente com os humanos, ao contrário do seu parceiro, Zero, que odeia Vampiros e duvida da concretização desse sonho pacifista. Isso porque a sua família foi assassinada por uma vampira, sendo ele o único sobrevivente.

Este era o meu anime preferido quando comecei a ver anime no PC. Ou seja, na época em que tomei consciência do que era anime e de que havia mais variedade do que aqueles que eu apanhava ocasionalmente na SIC Radical. Devia ter uns 15/16 anos. Foi na altura em que os vampiros eram fixes. E estes são vampiros que bebem sangue, são extraordinariamente bonitos e sexy (eu nesta altura babava mais por estes vampiros do que por qualquer actor de televisão), há todo o triângulo amoroso Kaname-Yuuki-Zero, a história tem alguma complexidade, a banda sonora é linda. Enfim é aquele anime que o meu "eu" adolescente devorou, adorou e reviu daí a menção nesta lista.


5- O que começou tudo: Kaleido Star

Kaleido Star
Sinopse: Conta a história de Sora Naegino, uma jovem garota japonesa que sai do Japão para ir para os Estados Unidos em busca de um sonho, trabalhar no Kaleido Stage, o maior circo do mundo, que fica na cidade fictícia de Cape Mary, na Califórnia. Com a ajuda de seus amigos ela tenta realizar esse sonho, nomeadamente realizando várias técnicas no trapézio. Mais tarde, na segunda temporada, o sonho da Sora muda um pouco e passa a ser actuar num palco onde não haja competições ou brigas e em que todos se divirtam. 

É o anime que eu vi sem saber que era anime mas que me fez querer ver animes, mais tarde. Eu sei, não faz muito sentido. Mas ao 12/13 anos eu já achava que estava demasiado crescida para desenhos animados (já viram a parvoíce?) mas este deixava-me colada ao canal Panda. Adorava a história, adorava os trapézios e as acrobacias, adorava a Sora. Fazia trinta por uma linha para arranjar maneira de ver os episódios sem que as minhas irmãs percebessem e chorei quando acabou. Quando revi o anime uns anos depois numa altura em que já via anime em japonês com legendas em inglês (que é como prefiro) fui incapaz de não rever este na versão dobrada em português do Brasil. Como foi um anime tão importante para mim parecia que com as vozes em japonês ficava estranho. Era como ver o Doraemon sem ser em espanhol. Algo não bate certo. Enfim, é uma história bonita e fofinha e, normalmente, bastante leve então vê-se bem.

E vocês vêem anime? Quais são os vossos preferidos?

See you next time,

Mia